);

Engage… quê? Descomplicar o Marketing.

Todas as pessoas que assumam a liderança de uma empresa, como explica Kotler[1], procuram alcançar o sucesso para a sua organização. Independentemente da dimensão desta, o objetivo é sempre o mesmo: construir uma empresa sustentável e permanentemente em desenvolvimento. Para alcançarem este propósito, os gestores contam com a estratégia mais adequada ao setor e tipo de mercado, funcionários empenhados e dedicados, sistemas de informação atualizados e eficazes e uma grande capacidade de implementação e motivação. As empresas que atingem o sucesso tão almejado são aquelas que se dedicam, sobretudo, a satisfazer as necessidades dos seus consumidores e dos seus clientes. Definem claramente quais são os públicos-alvo, dirigem toda a organização para a produção de valor para os consumidores e obtêm elevados índices de satisfação.

O Marketing é a função empresarial aplicada à relação direta com os consumidores. A criação de valor e a satisfação do consumidor são centrais para o mundo dos negócios atual e, numa perspetiva simplista, a melhor definição, de acordo com Kotler, considera o Marketing como a entrega de satisfação do consumidor com lucro. Tem como objetivo a atração de novos clientes através de uma promessa de valor superior e a manutenção dos clientes atuais pela oferta de satisfação.

Sendo o Marketing um processo assente em princípios e pressupostos muito intuitivos (ainda que nos últimos anos se tenham dado passos extraordinários na área do Neuromarketing), relacionados com comportamentos humanos, muitas empresas já aplicam muitas das suas diretrizes, ainda que o desconheçam. Assim, apesar de habitualmente considerada uma prática exclusivamente para grandes empresas e multinacionais, o Marketing pode e deve ser utilizado por qualquer tipo de organização, com ou sem fins lucrativos, de pequena, média ou grande dimensão.

Acima de tudo, o estabelecimento de objetivos de Marketing vai contribuir para a sistematização dos processos. Ao introduzir a cultura de Marketing na organização, a empresa vai melhorar o relacionamento com o cliente e a satisfação do cliente passará a ser o motor da atividade de todos os seus funcionários. Em resultado, a empresa receberá clientes mais fiéis, mais satisfeitos e mais propensos a divulgar o seu negócio junto de familiares e amigos, promovendo o envolvimento (engagement[2]) entre a marca e o consumidor.

 

 

[1] Kotler, Philip (2000), Administração de Marketing, 10ª edição, São Paulo, Prentice Hall.

[2] A palavra “engagement”, em inglês, também significa noivado ou compromisso, sendo amplamente utilizada no Marketing para definir a relação entre organização/marca e o consumidor.