);

Recomeçar em Idanha é estratégia para reter população

O pequeno município de Idanha-a-Nova, a poucos quilómetros de Castelo Branco, encetou em 2014 uma estratégia de atração de novos residentes. Assente num estilo de vida rural rodeado por natureza, “Recomeçar em Idanha-a-Nova” é uma estratégia de Place Branding que parece estar a dar os seus frutos. A fuga de residentes foi estancada e, só nos primeiros seis meses do projeto, 300 famílias manifestaram interesse em mudar-se para Idanha e “recomeçar” as suas vidas.

Desta forma, foram criados quatro grandes programas destinados a inspirar os residentes e atrair novas famílias para a região:

  • Idanha Green Valley, para “posicionar Idanha-a-Nova como o centro do conhecimento e inovação em assuntos relacionados com o campo”;
  • Idanha Vive, cm o objetivo de “criar condições para conseguir atrair e receber pessoas com talento que venham morar com as suas famílias” para o município;
  • Idanha Experimenta, o qual “com base num alargado leque de projetos”, pretende “dar a conhecer o dia-a-dia de Idanha-a-Nova e permitir que os interessados o testem antes de tomar a decisão de mudar com a sua família ou empresa”; e
  • Idanha Made In, que visa “dar a conhecer tudo o que Idanha-a-Nova tem de melhor, sejam produtos locais, cultura, eventos ou mesmo estes projetos, políticas e oportunidades que estão a ser criados”.

Percebe-se, assim, a distinção recebida por este projeto nos City/Nation/Place Awards – Forum para as Estratégias de Place Branding e Marketing, os quais foram atribuídos em Londres, no passado dia 8 de novembro. Idanha-a-Nova viu a sua ideia premiada com uma Alta Recomendação na categoria Place Brand do Ano. A vencedora foi a cidade de Eindhoven.

Parabéns a Idanha-a-Nova e à equipa consultora responsável pelo projeto, a Bloom Consulting.

Deixe uma resposta