);

Livros – o escape do antissocial

 

Fahrenheit 451Fahrenheit 451 de Ray Bradbury
Classificação: 4 em 5

Há livros que nos fazem pensar. Há livros que nos chamam a atenção de quando em vez.
Ray Bradbury é autor de um desses livros.
O primeiro contacto que tive com a história foi através do filme de François Truffaut, de 1966. Devo ter lido o livro pouco depois. E tenho voltado a ele com alguma recorrência. A última foi no final de 2018.
Nesta obra, fala-se de um mundo onde os livros são queimados para evitar que o pensamento alternativo se propague. Os livros são responsáveis por ideias radicais, por comportamentos desviantes e que contaminam os outros. Não se aprende nada nos livros, é proclamado. E os Bombeiros, outrora responsáveis por apagar incêndios, têm agora uma nova função: incinerar todos os livros do mundo.
Recomenda-se a leitura a todos quantos se preocupam com o que se passa nos tempos modernos. Uma época em que a ditadura da maioria parece prevalecer, onde o pensamento individual é desrespeitado e onde um certo gosto controla o gosto de todos.

 

Título: Fahrenheit 451

Autor: Ray Bradbury

Editora: Saída de Emergência

Ano de publicação: 2018

Nº de páginas: 208

View all my reviews at Good Reads

 

Deixe uma resposta